Translate

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Memorias de um amor.

Era uma quarta-feira, final de expediente, cansada depois de um longo dia de trabalho ela se despede dos colegas e toma seu rumo, chegando em casa ela se depara com a bagunça acumulada na semana, entrando em seu quarto roupas jogadas, cama bagunçada e afins, ela decide por tudo em ordem, escolhendo um livro para deixar no seu criado mudo, ela acha um livro antigo e empoeirado, o qual tinha ganhado do seu ex, ela parou por instante, começou a folhear o livro e de repente uma carta cai dele, ela começou a ler, era uma declaração de amor que ele tinha escrito, junto uma foto dos dois, ela se emocionou, lembrou dos momentos vividos, e se lembrou que aquele livro era um dos seus favoritos e que ele havia ganhado de algum parente, mas que era especial, ela não achou justo ficar com ele, já que era tão especial para ele, mesmo depois de um ano separados, ela ainda sentia algo por ele, e foi quando ela decidiu escrever uma carta e devolver o livro.
Uma semana depois, ele chega em casa e encontra uma caixa, curioso ele abre a caixa e vê a carta, sem acreditar, ele abre o pacote e la esta o livro.
Na carta estava escrito;
"Havia esquecido de nós, até o momento que encontrei o seu livro, por um momento lembrei de tudo que vivemos, e me veio um sentimento bom, e também a certeza que ele não me pertencia, que eu não tinha o minimo direito de estar com ele, mas não te devolverei nem a foto nem a carta, pois são lembranças que eu sempre quero ter comigo, e a proposito a saudade bateu forte, mas francamente acho que realmente tudo acabou, então não me procure, eu sempre serei sua pequena, e você sempre terá um espaço no meu coração, mas acho que definitivamente essa é a ultima vez que vamos nós comunicar. Adeus meu love boy.
Dias se passaram, e ele sempre tentando entrar em contato, o celular ela nunca atendia, não respondia e-mails, simplesmente fez de acordo com o que havia dito, era a ultima vez.
Cansado de tentativas em vão, ele decidiu ir ao trabalho dela pelo menos para agradecer por ela devolver algo que era tão especial para os dois, chegando lá, ele foi informado de que ela tinha recebido uma promoção e tinha ido para uma filial fora do Brasil, e que não havia chances dela voltar tão brevemente.
Triste ele sai do prédio, e com todas as lembranças daquela doce mulher que lhe trouxe tantos momentos únicos, mas respeitando a vontade dela de uma vida nova ele continuo, deixou de procurar por ela, e assim aquele amor que restava nos dois corações viraram somente lembranças de uma historia de amor.

9 comentários:

  1. Há quanto tempo não se fala em carta.
    Sinto falta desta nostalgia.
    A modernidade trouxe os e-mails e redes sociais e acabou com o velho e bom romantismo dos envelopes perfumados.
    Pena que o casal que manteve o romantismo do papel se separou, mas e se ele fosse atrás dela em ouro país? Não seria uma grande prova que o amor não teria acabado?
    www.cchamun.blogspot.com.br

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, hoje em dia as pessoas esqueceram do romantismo ..
      por que ela quis seguir a vida, ela preferiu deixar esse amor como uma lembrança.
      obrigada pelo comentário (:

      Excluir
  2. Nossa muito lindo... Deu até arrepios.
    Dá uma passadinha?
    http://pinkbehavior.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa, adoro essas coisas!! esses textinhos assim de lembrança me consquistam <33

    Beijos, Mari
    Blog Garota da Bossa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou mari, fico muito feliz ! Obrigada.

      Excluir
  4. Su: Deste uma sumida lá do H. E. e O. P.
    Preciso de ti lá - rsss.

    ResponderExcluir