Translate

domingo, 27 de janeiro de 2013

O amor que eu quero ter !


Desde criança sempre acreditei em contos de fadas mundo cor-de-rosa e sonhava com uma amor que me fizesse feliz para sempre!
Com forme o tempo passou eu amadureci, aprendi que os contos de fadas não eram reais, mais que sim eu poderia ter um amor... Mais como seria esse amor ? Um amor que eu desconheço mudei varias e varias vezes, e hoje eu posso dizer que sei o amor que quero ter !
Quero um amor que me invade a alma me tive o ar e faça esquecer de tudo.
Quero um amor que seja sincero, que me compreenda que me complete, que me faça realmente acreditar no amor, que me de carinho, e me faça lembrar de tudo na nossa historia, me me faça gostar de cada pequeno detalhe dele, que em apenas um sorriso eu possa acreditar que tudo que eu mais quero é permanecer ali, quero um amor cheio de defeitos, pois nada é perfeito e o certo demais me entedia, quero algo simples mas que me faça feliz sem exigir demais sem querer demais, só quero um amor que se encaixe com o que eu sou e me faça crescer e que me faça me entregar de corpo e alma, e quando digo de corpo e alma é literalmente e em todos os sentidos do mais sórdido ao mais puro ! Esse é o amor que eu desejo ter e se for diferente eu aprenderei mais uma vez a acreditar que nem tudo são como nossas expectativas !


 “Estou participando do Desafio entre blogs que o blog Nós na Gravata (www.nosnagravata.com/desafio-entre-blogs-o-amor-que-eu-desejo-ter) está promovendo. Vem participar você também!”

2 comentários:

  1. O amor não tem forma, não tem raça, sexo ou religião. Ele não avisa quando vem, simplesmente aparece. A amor vem e vai, mas quando é verdadeiro ele fica. Ele faz sofrer, chorar mas também sorrir e ser feliz. Ele tem vontade própria e não há nada que possamos fazer quanto a isto.

    www.cchamun.blogspot.com.br
    Histórias, estórias e outras polêmicas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é bom imaginar enquanto ele não chega (:

      Excluir